I sonetti dell’amor oscuro di Federico García Lorca ✒️🇪🇸🇮🇹

In celebrazione del 125° anniversario della nascita di Federico García Lorca, nato il 5 giugno 1898 Nato il 5 giugno 1898 a Fuente Vaqueros, Granada, nella Spagna andalusa, Federico García Lorca è uno degli intellettuali spagnoli più emblematici del Novecento. Il più importante poeta del gruppo Generazione del ’27 e uno dei più celebri ed influenti poeti spagnoli, Federico García Lorca è famoso anche per … Continue reading I sonetti dell’amor oscuro di Federico García Lorca ✒️🇪🇸🇮🇹

Eu nunca fui dos que a un sexo o outro, de Pessoa 📃🖋🇵🇹

Eu nunca fui dos que a um sexo outro, by Fernando Pessoa, under the heteronym of Ricardo Reis- from Poemas de Ricardo Reis – translated into English and Italian by Enzo Martinelli © 2023 Enzo Martinelli 🇵🇹 Eu nunca fui dos que a um sexo o outro, de Fernando Pessoa Eu nunca fui dos que a um sexo o outroNo amor ou na amizade preferiram.Por … Continue reading Eu nunca fui dos que a un sexo o outro, de Pessoa 📃🖋🇵🇹

Casida del llanto, de García Lorca ✒️📃🇪🇸

Casida del llanto – Divan del Tamarit – Federico García Lorca – 1936 – with translation into English and Italian by Enzo Martinelli To my habibi © 2023 Enzo Martinelli 🇪🇸 Casida del llanto, de Federico García Lorca He cerrado mi balcónpor que no quiero oír el llantopero por detrás de los grises murosno se oye otra cosa que el llanto.Hay muy pocos ángeles que … Continue reading Casida del llanto, de García Lorca ✒️📃🇪🇸

À noite, by Pessoa 📃🖋🇵🇹

À noite, by Fernando Pessoa – from Novas Poesias Inéditas, 1973 – translated into English and Italian by Enzo Martinelli © 2023 Enzo Martinelli 🇵🇹 À noite, de Fernando Pessoa O silêncio é teu gémeo no Infinito.Quem te conhece, sabe não buscar.Morte visível, vens dessedentarO vago mundo, o mundo estreito e aflito.Se os teus abismos constelados fito,Não sei quem sou ou qual o fim a … Continue reading À noite, by Pessoa 📃🖋🇵🇹

El amor duerme en el pecho del poeta, de García Lorca ✒️📃🇪🇸

El amor duerme en el pecho del poeta – Sonetos del amor oscuro – Federico García Lorca – 1936 – with translation into English and Italian by Enzo Martinelli © 2022 Enzo Martinelli 🇪🇸 El amor duerme en el pecho del poeta, de Federico García Lorca Tú nunca entenderás lo que te quieroporque duermes en mí y estás dormido.Yo te oculto llorando, perseguidopor una voz … Continue reading El amor duerme en el pecho del poeta, de García Lorca ✒️📃🇪🇸

Insónia, by Pessoa 📃🖋🇵🇹

Insónia, by Fernando Pessoa using the heteronym Álvaro de Campos, 1929 – translated into English and Italian by Enzo Martinelli © 2022 Enzo Martinelli 🇵🇹 Insónia, de Álvaro de Campos Não durmo, nem espero dormir.Nem na morte espero dormir.Espera-me uma insónia da largura dos astros,E um bocejo inútil do comprimento do mundo.Não durmo; não posso ler quando acordo de noite,Não posso escrever quando acordo de … Continue reading Insónia, by Pessoa 📃🖋🇵🇹

El poeta habla por teléfono, de García Lorca ✒️📃🇪🇸

El poeta habla por teléfono con el amor – Sonetos del amor oscuro – Federico García Lorca – 1936 – with translation into English and Italian by Enzo Martinelli © 2022 Enzo Martinelli 🇪🇸 El poeta habla por teléfono con el amor, de Federico García Lorca Tu voz regó la duna de mi pechoen la dulce cabina de madera.Por el sur de mis pies fue … Continue reading El poeta habla por teléfono, de García Lorca ✒️📃🇪🇸

Autopsicografia, by Pessoa 📃🖋🇵🇹

Autopsicografia, by Fernando Pessoa – from Presença, 1932 – translated into English and Italian by Enzo Martinelli © 2022 Enzo Martinelli 🇵🇹 Autopsicografia, de Fernando Pessoa O poeta é um fingidor.Finge tão completamenteQue chega a fingir que é dorA dor que deveras sente.E os que leem o que escreve,Na dor lida sentem bem,Não as duas que ele teve,Mas só a que eles não têm.E assim … Continue reading Autopsicografia, by Pessoa 📃🖋🇵🇹

El poeta pregunta a su amor, de García Lorca ✒️📃🇪🇸

El poeta pregunta a su amor por la ciudad encantada de Cuenca- Sonetos del amor oscuro – Federico García Lorca – 1936 – with translation into English and Italian by Enzo Martinelli © 2022 Enzo Martinelli 🇪🇸 El poeta pregunta a su amor por la ciudad encandada de Cuenca, de Federico García Lorca ¿Te gustó la ciudad que gota a gotalabró el agua en el … Continue reading El poeta pregunta a su amor, de García Lorca ✒️📃🇪🇸

Quando tornar a vir a Primavera, by Pessoa 📃🖋🇵🇹

from In Poemas Inconjuntos – In Poesia, Assírio e Alvim, ed. Fernando Cabral Martins, 1935, by Alberto Caeiro – heteronym of Fernando Pessoa – translated into English and Italian by Enzo Martinelli © 2022 Enzo Martinelli 🇵🇹 Quando tornar a vir a Primavera, de Alberto Caeiro Quando tornar a vir a PrimaveraTalvez já não me encontre no mundo.Gostava agora de poder julgar que a Primavera … Continue reading Quando tornar a vir a Primavera, by Pessoa 📃🖋🇵🇹